Equipe de Portugal assina com três jogadoras brasileiras para a próxima temporada
Thays Ferrer, agora atacante do Ouriense foi um dos destaques do Paio Pires na última temporada. (Foto: Divulgação/Instagramferrer713)

O Clube Atlético Ouriense reforçou o plantel para a temporada 2020/21 com brasileiras: a goleira Quezia Poença, a meia Laura Spenazzatto e a atacante Thays Ferrer

 

O mercado do futebol feminino europeu segue agitado. Com o encerramento de diversas ligas de futebol feminino de forma antecipada pela pandemia do novo Coronavírus, muitas equipes estão aproveitando este período para reforçar o elenco para o início da próxima temporada e não é diferente com o Atlético Ouriense, da primeira divisão portuguesa.

Com o talento brasileiro espalhado pelo mundo, o time português anunciou mais três jogadoras para o elenco: a goleira  Quezia Proença, que foi a primeira das três a ser anunciada e na última terça-feira (30), mais duas para fechar as contratações: a meia Laura Spenazzatto e a atacante Thays Ferrer, já pensando nas competições da próxima temporada, que serão o campeonato nacional e a Taça Portugal.

Na última temporada, o Ouriense terminou na oitava colocação da Liga Portuguesa Feminina: em 15 jogos disputados, foram 18 pontos conquistados- 5 vitórias, 3 empates e 7 derrotas-, 27 gols feitos e 27 sofridos, terminando com um total de 0 no saldo de gols.

Todas as brasileiras contratadas nesta janela de transferência vem diretamente do Paio Pires, time da segunda divisão portuguesa feminina .  Com isso, o Ouriense conta agora com 5 atletas para a temporada 2020/21: a goleira Quezia Proença, a defensora Evelyn Schwartz, a meia Laura Spenazzatto e as atacantes Thays Ferrer e Laura Pires

 

Conheça um pouco mais sobre as jogadoras brasileiras contratadas.

Quezia Proença

Quézia Proença, uma das novas brasileiras contratadas pelo Ouriense. (Foto: Divulgação/ Instagram cseplayers_oficial)

Nascida no dia 23 de Setembro de 1997, a goleira Quezia Proença iniciou a sua trajetória no futebol aos 16 anos pelo Assaí, do Paraná, dois anos depois atuou apenas 1 jogo pelo Foz Cataratas, também do Paraná, foi transferida ao SGS Dragons, de Trinidad e Tobago, onde não chegou a atuar.

Em 2017 atuou por dois times: retornou ao Foz Cataratas, onde fez 13 jogos no total e no mesmo ano foi transferida ao Vitória das Tabocas, de Pernambuco, e continuando a sua trajetória pelo Norte/ Nordeste, atuou a temporada completa de 2018 pelo Sport, ganhando 2 títulos: o Campeonato pernambucano e a Taça Cidade do Paulista, torneio regional.

Repetindo a melhor sequência de sua carreira, em 2019, pelo Iranduba, do Amazonas, atuou por 13 jogos, disputando o campeonato brasileiro feminino A1. Depois da eliminação da equipe amazonense ainda na primeira fase, Quezia foi transferida ao Paio Pires, time da segunda divisão portuguesa, atuando por seis jogos- 4 do campeonato português da segunda divisão e dois da Taça Portugal.

Laura Spenazzatto

Uma das artilheiras do Paio Pires na temporada, Laura marcou 18 gols em 15 jogos disputados. Com muita habilidade de finalização, é polivalente, podendo atuar tanto como meia quanto atacante. (Foto: Divulgação/ Instagram cseplayers_oficial)

Nascida em São Miguel do Oeste no dia 04 de setembro de 1998,  Laura Spenazzatto iniciou a sua trajetória no time do Kindermann na temporada de 2015, sem nenhum registro de jogos. Em 2016 foi  transferida para o Iranduba, no qual atuou por 3 temporadas, atuando por 21 jogos e fazendo 10 gols e ganhou por três anos seguidos o campeonato amazonense feminino. Já em 2019, antes de ir para Portugal, atuou pela Chapecoense, de Santa Catarina, no qual fez 9 jogos e 2 gols. Pelo Paio Pires, time da segunda divisão portuguesa, atuou por 15 jogos e fez 18 gols, sendo em média, mais de 1 por jogo. Tem destaque por ser uma atleta completa, que atua tanto como meia quanto atacante, prometendo ser um dos destaques do Ouriense para a próxima temporada.

 

Thays Ferrer

Thays Ferrer, um dos destaques do Paio Pires na temporada com 12 gols, é uma das cinco brasileiras que reforça o Ouriense para 2020/21. (Foto: Divulgação/ Instagram cseplayers_oficial)

 

Nascida no dia 31 de outubro de 1999, Thays Ferrer, de 20 anos é uma atacante que iniciou a sua carreira pelo Viana, do Maranhão na temporada de 2016, no qual ganhou o campeonato maranhense feminino. Em 2017 atuou pelo Abelhas Rainhas, do Piauí, uma temporada depois, transferiu para o Lusaca, da Bahia, no qual fez 15 jogos e marcou 2 gols.

Em 2019, atuou por Foz Cataratas, fazendo 7 jogos sem marcar gols e depois pelo Tiradentes, do Piaui, no qual fez 5 jogos e marcou 7 gols. Depois se transferiu para o Paio Pires, no qual fez 15 jogos e marcou 12 gols- desses 15 jogos, foram 12 pela segunda divisão portuguesa e 3 pela Taça de Portugal.

 

Clube Atlético Ouriense

Fundado no dia 27 de Junho de 1949, o Atlético Ouriense é um clube português localizado na cidade de Ourém. O clube disputa os seus jogos no Estádio Campo da Caridade, que tem a capacidade de 260 torcedores apenas.

A equipe tem um elenco do futebol feminino, que venceu o campeonato da primeira divisão portuguesa na temporada 2012/13 e novamente em 2013/14, e também conta com o título da Taça de Portugal do ano de 2013.