Com o retorno do futebol em Hong Kong incerto, Happy Valley anuncia ex-Remo e América-RN, Mikael, como reforço
Foto do anúncio oficial da contratação de Mikael (Foto/Divulgação/Happy Valley)

Meia brasileiro trocou o vice lanterna pelo antepenúltimo colocado da liga

Paralisado desde o dia 13 de março de 2020, o futebol de Hong Kong começou a se movimentar para a volta de suas atividades, que estavam previstas para meados de Agosto. Alguns clubes, como o Happy Valley, aproveitaram a parada para se reforçar. Mikael, que será companheiro do zagueiro ex-Internacional, Luciano Silva, foi anunciado após ficar livre no mercado por causa do fim do seu contrato com o Yuen Long.

Caso a temporada 19/20 ainda volte a ser disputada, ele terá a missão de ajudar o seu novo clube a se distanciar da zona de rebaixamento para a Série B da liga.

Revelado pelo Aimoré, o meia gaúcho de 27 anos, Mikael, passou por Lajeadense, Boa Esporte, Brasil de Pelotas, Uberlândia, Ypiranga-Rs, Passo Fundo, Remo, São Luiz, Caxias e mais recentemente, em 2019, pelo América de Natal, seu último time no Brasil até se transferir para o Yuen Long, por onde fez 17 jogos e 9 gols até a paralisação do futebol em Honk Kong. 

Retorno incerto

Após Hong Kong registrar 145 novos casos, foram publicadas no dia de hoje, novas medidas de contenção a COVID-19 em que a princípio impossibilitam o retorno do futebol na região administrativa da China. Nas medidas, está proibida qualquer reunião presencial que aglomere mais de duas pessoas, e restaurantes e bares foram obrigados a serem fechados novamente.

No momento, não se tem posição da organização da Premier Legue sobre o retorno do futebol, porém, se discute a possibilidade de encerrar a temporada e focar no inicio da 20/21.

Confira o que Jonanthan White, repórter do SCMP News que cobre Hong Kong, falou sobre as medidas:

“As novas medidas certamente significam o fim da temporada da Premier League de Hong Kong (e são um mau sinal  para o retorno da prática de qualquer outro esporte na cidade). Reuniões públicas foram limitadas a duas pessoas, e está obrigatório o uso de máscara ao ar livre (mesmo durante exercícios físicos), entre outras medidas.”