Paulinho, ex-Corinthians, marca pela segunda partida consecutiva e Guangzhou se isola na liderança do Grupo A da Super Liga da China
Paulinho comemorando seu gol na partida (Foto: Divulgação/Guangzhou Evergrande)

O volante brasileiro ainda fez outro gol na partida, porém, este foi anulado pelo VAR

Nesta terça (04/08), o Guangzhou pegou o Shenzhen Kaisa, no Dalian Football Training Base Stadium, em partida válida pela 3ª rodada da Super Liga da China.

A primeira metade morna do primeiro tempo, deixou aparente que a equipe de Guangzhou oscila no começo da temporada, e ainda está um pouco distante de jogar todo em todo seu potencial, porém, bastaram poucos minutos de domínio, para ela mostrar o quão é letal, marcando aos 28 com Wei Shihao, e aos 38 com Zhang Linpeng. Na virada do segundo tempo, o Shenzhen não se acanhou, e precisando de gols, saiu pro jogo, até diminuir o marcador com o camaronês John Mary aos 8 minutos. A partir daí, o jogo ficou disputado, e após sua equipe tomar a bola na saída da defesa adversária, Paulinho aproveitou o rebote dado por Guo Wei, aos 36, para empurrar para as redes e garantir a vitória por 3 x 1.

Sabe o mais curioso sobre este gol? O Guangzhou tomou a bola na saída de jogo do Shenzhen que estava acontecendo após o VAR anular um gol do próprio Paulinho, que aconteceu exatamente da mesma forma que o que foi validado, com o Guo Wei rebotando nos pés do volante brasileiro.

Veja o gol:

Ídolo do Corinthians, e titular da seleção brasileira em duas Copas do Mundo, Paulinho tem uma carreira muito curiosa, e impressionante. Formado nas divisões de base da Portuguesa e do Audax, ele saiu muito jovem do Brasil, e atuou no futebol da Lituânia e da Polônia, até voltar para o Audax. Daí ele veio jogar no Bragantino, até chegar ao Corinthians, de onde partiu para o Tottenham, e foi vendido posteriormente para o Guangzhou Evergrande, se tornando um ídolo da equipe. Ele ainda teve uma passagem de uma temporada pelo Barcelona, e fez 9 gols em 49 jogos pela equipe catalã. Depois da Copa do Mundo de 2018, ele foi comprado novamente pelo time chinês, pelo qual fez 22 gols em 42 jogos na última temporada.