Com Marta e Debinha, a NWSL volta com nova competição: a Fall Series
Um dos destaques do North Carolina Courage, a Debinha tem o desafio de ver a equipe ser campeã sem ser surpreendida (Foto: Divulgação/ North Carolina Courage)

A competição se iniciou no último sábado (05), e conta com 18 datas em pouco mais de um mês

Depois de muitas incertezas se teríamos uma continuação da NWSL, a Liga Norte Americana de futebol feminino retorna com mais uma nova competição: a NWSL Fall Series (em tradução livre, a série de outono). A Fall Series vai ocorrer durante 7 semanas e 18 jogos. A decisão do retorno foi tomada no último mês de Agosto e o calendário completo foi divulgado no último dia 3 de Setembro.  A competição começou neste último sábado, 5 de Setembro e está prevista para encerrar no dia 17 de Outubro.

Contando com três grupos divididos por regiões, o North Carolina Courage, de Debinha e Orlando Pride, de Marta estão no mesmo grupo na Fall Series e, assim teremos confronto brasileiro no dia 19 de Setembro, quando Courage e Pride se enfrentam na primeira rodada do Orlando Pride e na segunda rodada do Courage. O time de Debinha estreia na liga americana no dia 11 de Setembro, próxima sexta-feira.

Para o Orlando Pride, esta é uma estreia na temporada de 2020 tanto para Marta quanto para a equipe em si, que optou por não participar da Challenge Cup por conta do alto número de atletas que foram infectadas pelo Coronavírus: 6 jogadoras, após participarem de uma festa na cidade de Orlando.

Uma boa notícia desse novo Torneio é que todos os jogos serão exibidos somente nos finais de semana, portanto, teremos jogos apenas as sextas, sábados e domingos para que todos possam ver os jogos. Para os brasileiros interessados em acompanhar os jogos da competição, os jogos serão transmitidos pela plataforma de transmissão de jogos Twitch, assim como ocorreu na Challenge Cup.

Confira abaixo os grupos e os jogos da Falls Series

Grupos

Leste

OL Reign

Portland Thorns

Utah Royals

 

Nordeste

Chicago Red Stars

Sky Blue

Washington Spirit

 

 

 

Sul

North Carolina Courage

Orlando Pride

Houston Dash

 

05.09 (Sábado)

14h

Washington Spirit x Sky Blue

Resultado deste jogo: Washington Spirit 1 x 2 Sky Blue

 

11.09 (Sexta-feira)

20h

North Carolina Courage x Houston Dash

 

12.09 (Sábado)

13h

Washington Spirit x Chicago Red Stars

16h30

Portland Thorns x OL Reign

 

19.09 (Sábado)

14h

North Carolina Courage x Orlando Pride

 

20.09 (Domingo)

14h

Chicago Red Stars x Sky Blue

 

16h

Portland Thorns x Utah Royals

26.09 (Sábado)

14h

Chicago Red Stars x Washington Spirit

 

16h30

Utah Royals x OL Reign

 

21h30

Houston Dash x Orlando Pride

 

03.10 (Sábado)

13h30

Sky Blue x Washington Spirit

 

23h

Utah Royals x Portland Thorns

 

04.10 (Domingo)

20h

Houston Dash x North Carolina Courage

 

10.10 (Sábado)

13h30

Sky Blue x Chicago Red Stars

 

21h

OL Reign x Portland Thorns

 

17.10 (Sábado)

17h

Orlando Pride x North Carolina Courage

21h

OL Reign x Utah Royals

 

E as brasileiras?

Debinha

Nas últimas temporadas, a jogadora que vem se destacando é a meia atacante Debinha, de 27 anos, que desde 2017 defende o North Carolina Courage. Na NWSL Challenge Cup entrou na seleção, que foi decidida por meio de votação popular, voto da comissão técnica e jogadoras e  jornalistas.

Na temporada passada, a meia atacante brasileira foi eleita a MVP do jogo da final, diante do Chicago Red Stars, no qual marcou um dos gols da vitória por 4 a 1 do Courage, no qual se sagrou campeão de 2019 da NWSL. Além de ser uma das artilheiras da competição- a terceira em gols marcados- com 10 gols em 21 jogos disputados, Debinha foi a segunda em número de assistências: 7 em 21 jogos.

Já pela Challenge Cup, Debinha marcou apenas 1 gol em 5 jogos, e amargou uma eliminação nas quartas de final diante do Portland Thorns pelo placar de 1 a 0.

Marta

Seis bolas de ouro, multicampeã por onde passa, Marta tem o desafio de conseguir apresentar um bom futebol no Orlando, equipe que degfende desde 2017 (Foto: Divulgação/ Orlando Pride)

Marta, uma das melhores jogadoras do mundo, com 6 bolas de ouro em sua carreira, não vem apresentando um bom futebol nas últimas temporadas. A atacante de 34 anos assinou com o Orlando Pride em 2017, contudo vê a equipe ser constantemente eliminada nas primeiras fases da NWSL.

Em competições anteriores da liga norte americana, Marta chegou a ser campeã em 2009 pelo Los Angeles Sol, em  2010 quando jogava no Gold Pride e em 2011 pelo Western New York Flash. Foi a artilheira nas 3 edições: em 2009 foram 10 gols em 7 jogos disputados, em 2010, 19 gols em 8 jogos disputados e em 2011 10 gols em 6 jogos disputados.