Bruno Henrique, ex-Palmeiras, e Romarinho, ex-Corinthians, marcam e Al-Ittihad empata com o Al-Fateh fora de casa na Arabia Saudita
Bruno Henrique atuando pelo Al-Ittihad (FOTO: Divulgação/ Instagram Al-Ittihad)

Ex-palmeirense marcou seu primeiro gol pelo novo clube

Pela segunda rodada da Liga da Arabia Saudita, o Al-Ittihad contou com gols brasileiros para sair do confronto diante do Al-Fateh com um empate, mesmo atuando fora de casa. O destaque da partida foi o recém-chegado Bruno Henrique, que deu uma assistência e de quebra marcou seu primeiro gol pela equipe saudita. O outro gol brasileiro foi de Romarinho, um dos principais atacantes da equipe e que chega a sua terceira temporada.

Apesar de atuar fora de casa, a equipe dos comandados de Fabio Carille foi pra cima desde o o inicio. Foi premiada com a abertura do placar apenas no fim do primeiro tempo, aos 43 minutos, após cobrança de falta de Bruno Henrique, Romarinho cabeceou livre e marcou. Foi o primeiro gol do atleta na temporada e o trigésimo sétimo com a camisa do Al-Ittihad, em 78 jogos. No segundo tempo, o jogo ficou mais movimentado e os donos da casa conseguiram a virada. Primeiro com Mitchell Verde, aos cinco minutos, de pênalti e depois aos 19, com Al Zaqan. A equipe do Al-Ittihad se lançou em busca do empate e foi recompensada, já nos acréscimos, aos 48 minutos, quando Bruno Henrique invadiu a área e chutou forte para empatar o confronto e marcar seu primeiro gol pela equipe.

Veja os melhores momentos abaixo:

Romarinho, atacante de 29 anos, surgiu nas categorias de base do Rio Preto. Passou por Rio Branco, Desportivo Brasil, Bragantino, até chegar ao Corinthians, onde conquistou a Libertadores e o Mundial de Clubes pela equipe paulista. Fora do Brasil, atuou na equipe do El Jaish SC (Catar) e no Al-Jazira (Emirados Árabes Unidos), além de seu atual clube.

Bruno Henrique, meia de 31 anos, defendeu as equipes do Iraty, Atlético-MG, Londrina, Portuguesa, Corinthians, Palmeiras e teve também uma passagem pelo Palermo (Itália). O jogador foi campeão brasileiro em duas oportunidades e jogando por equipes rivais; em 2015 venceu o torneio pelo Corinthians e em 2018 pelo Palmeiras.