76 gols foram marcados por brasileiros na Liga da Coreia do Sul. O ex-Corinthians e Galo, Júnior Negrão foi o artilheiro da competição:
Júnior Negrão comemora gol pelo Ulsan Hyundai.(Divulgação/Ulsan Hyundai)

A K-League, que é a primeira divisão da Liga Sul-Coreana, se encerrou nesse final de semana com o título do Jeonbuk, dos brasileiros Gustagol e Murilo. Além dos dois atletas campeões, outros 6 brasileiros também marcaram e inclusive três dos cinco maiores marcadores da Liga são brasileiros. Confira quem são eles:

Junior Negrão- 26 gols

Júnior Negrão comemora vitória do Ulsan Hyundai (Divulgação/Ulsan Hyundai)

Com uma média absurda de quase um gol por jogo, o atacante Júnior Negrão foi o grande nome da K-League e participou de 28 gols dos 54 marcados pelo Ulsan Hiunday na competição. A equipe do atacante porém acabou terminando o campeonato na segunda colocação, apenas três pontos atrás do campeão Jeonbuk.

Júnior Negrão, tem 33 anos e foi revelado pelo Nacional-AM, em 2005. O atacante passou apenas 2 anos na equipe do Amazonas e tem passagens por Corinthians e Atlético-MG até ir em definitivo para o Tombense, em 2007. Contou com empréstimos para vários times como: Madureira, Belenenses-POR, CRAC, ABC-RN, Figueirense, Germinal Beershoot-BEL, Lausanne Sport-SUÍ, Guarani, América-RN, América-MG e Oeste. Em 2015, Júnior Negrão foi para a Tailândia jogar pelo Muangthong United e em seguida foi emprestado ao tailandês Pattaya United. Em 2017, foi para a Coreia do Sul, onde jogou pelo Daegu e no ano seguinte,  foi para o Ulsan Hyundai, onde tem feito boas temporadas.

Cesinha- 18 gols (Daegu)

Cesinha comemorando seu gol (Foto: Divulgação/ Daegu)

Cesinha também fez um grande campeonato e foi ainda mais essencial para sua equipe do que o Júnior Negrão já que participou de 24 dos 43 gols, mais da metade dos gols marcados do Daegu na competição. Ele foi o terceiro colocado na artilharia geral.

Cesinha tem 30 anos e foi revelado pela União Barbarense (SP) em 2011. Além da equipe do interior de São Paulo, no Brasil, o jogador atuou por Bragantino (SP), Atlético Mineiro e Ponte Preta (SP). No exterior, desde 2016, o meia atua pelo Daegu, da Coréia do Sul.

Felipe Silva- 12 gols (Gwangju)

Felipe Silva comemorando gol. (Foto: Reprodução/K League)

Felipe Silva participou de 12 dos 28 gols do Gwangju e conseguiu o feito de ser o quarto maior marcador da K-League. A sua equipe terminou a competição na quarta colocação.

Felipe Silva foi revelado pelo Guarani de Juazeiro do Norte, e passou por diversos clubes do interior de São Paulo, como São Caetano, Atlético Sorocaba, Ferroviária, Votuporanguense e  Bragantino. Antes de partir para Coréia do Sul, ele defendeu o Vila Nova.

Edgar Silva- 5 gols (Daegu)

Momento do gol de Edgar Silva em uma partida (Foto: Divulgação/Daegu FC)

Edgar atuou apenas 15 vezes no campeonato e não foi titular em todas elas, mas mesmo assim ainda conseguiu contribuir com 5 gols e 2 assistências, porém seu último gol marcado foi em agosto e há 6 rodadas não foi nem relacionado pela equipe do Daegu.

Edgar Bruno da Silva tem 33 anos e foi revelado pelo Joinville. No Brasil, passou por São Paulo e Vasco nos anos de 2006 e 2009. Além disso, jogou em Portugal em times como Beira-Mar, Porto e Nacional. Ele já soma 30 gols em 61 jogos pelo Daegu, onde joga desde 2018.

Gustagol- 5 gols e Murilo 1 (Jeonbuk)

Gustagol e Murilo junto com jogadores do elenco com a taça do título (Foto: Divulgação/Jeonbuk Motors)

Gustavo atuou apenas em 14 partidas, mas foi essencial marcando em 5 jogos diferentes, chegando a marcar 3 vezes o gol da vitória. Ele também fez outros 4 gols em duas partidas da Copa da Coreia do Sul. Murilo era reserva da equipe que foi campeã e fez apenas 1 gol no campeonato.

Gustagol tem 26 anos e foi revelado pelo Criciúma. Passou por Resende, Tubarão, Corinthians, Bahia, Goiás, Fortaleza e Internacional. Fora do país só tinha atuado pelo Nacional, de Portugal. Murilo Henrique tem 25 anos e foi formado nas categorias de base do Goiás, onde foi revelado. Passou por Linense, Aparecidense, Ponte Preta, Novorizontino e Botafogo-SP. Foram 17 jogos disputados na K-League, apenas um gol marcado e nenhuma assistência.

 

Willyan- 5 gols (Gwangju)

Willyan atuando pelo Gwangju. (Foto: Divulgação/Instagram)

Willyan foi peça importante no Gwangju e além dos 5 gols, o meio-campista também deu 3 passes para gol e foi o segundo jogador que mais participou de gols na equipe atrás apenas do atacante Felipe Silva.

Willyan tem 26 anos e passou pelas categorias de base do Leme, em 2011. O atacante ficou apenas um ano em solo brasileiro e em 2012 foi para a Itália jogar pelo Torino. Ele ainda tem passagens por Portugal pelo Beira-Mar, Nacional e Vitória de Setúbal e jogou também na Grécia pelo Panetolikos. Willyan está no Gwangju desde 2019 e tem 4 gols em 13 partidas na atual temporada pelo clube.

Rômulo 4 gols (Busan Ipark)

Rômulo comemora seu gol com os companheiros (Foto: Divulgação/ Instagram Busan)

 

Rômulo é o camisa 10 da equipe e foi importante para o time marcando quatro gols e dando outras 4 assistências, mas a sua equipe acabou sendo rebaixada e vai disputar a K-League 2 na próxima temporada.

Rômulo nasceu em Recife e foi revelado pelo Bahia, clube no qual se profissionalizou em 2014 e foi campeão baiano em 2015. Atuou também no Red Bull Bragantino e, no exterior, o Busan é até aqui sua única equipe.