Com brasileiras espalhadas por times europeus, a Liga dos Campeões inicia a sua fase final nesta semana
Maria Alves é uma das jogadoras brasileiras que vai jogar a Liga dos Campeões nesta temporada (Foto: Divulgação/ Juventus)

O principal confronto desta fase é entre Lyon e Juventus, que tem a brasileira Maria Alves

 

32 equipes e o sonho de conquistar a Europa nesta temporada, é assim que começa a fase principal da Liga dos Campeões. Um dos destaques vem do Benfica, de Portugal, que conta com as brasileiras Ana Vitória e Raysla, as responsáveis por fazerem a equipe chegar à esta fase da competição.

O Benfica enfrenta nesta fase o campeão Chelsea, que atualmente é o sétimo colocado no ranking da UEFA e um adversário difícil. Outro time que tem um grande desafio é o Juventus, da brasileira Maria Alves, que enfrenta o atual campeão Lyon.

O PSG, enfrenta o Górnik Leczna, da Polônia, a equipe francesa tem duas baixas importantes na equipe: as brasileiras Formiga e Luana, que sofreram lesões: a versátil Luana teve uma lesão de leve extensão no último amistoso da seleção brasileira diante do Equador, no qual, a jogadora saiu lesionada ainda na primeira etapa do jogo, enquanto Formiga saiu carregada no último jogo do PSG pela décima rodada do Campeonato Francês diante do Paris FC.

Duas equipes da espanha entram nesta fase da competição: o Atlético de Madrid enfrenta o Servette, da Suíça, e conta com a Ludmila, que vive o melhor momento na equipe: nos últimos dois jogos foram cinco gols, já o Barcelona enfrenta o PSV, da Holanda, a equipe catalã tem Giovana Queiroz, que é um prodígio: já defendeu três seleções: a brasileira, espanhola e norte americana.

A partir desta fase da competição, os jogos ocorrem em turno e returno: os jogos de ida ocorrem nos dias 09 e 10 de Dezembro e os jogos de volta 15, 16 e 17 de Dezembro

Confira os jogos dos 16 avos da Liga dos Campeões

Jogos de Ida

09 de Dezembro

Lanchkhuti x Rosengard

Minsk x LSK Kvinner

WFC 2 Kharkiv x BIIK Kazygurt

Pomurje x Fortuna Hjorring

Spartak Subotica x Wolfsburg

Juventus x Lyon

Sparta Praha x Glasgow City

Benfica x Chelsea

Göteborg x Manchester City

PSV Eindhoven x Barcelona

St Pölten x Zurique

Servette x Atlético de Madrid

 

10 de Dezembro

Fiorentina x Slavia Praha

Górnik Leczna x PSG

Ajax x Bayern de Munique

Valerenga x Brondby

 

Jogos de Volta

15 de Dezembro

Lyon x Juventus

Atlético de Madrid x Servette

 

16 de Dezembro

BIIK Kazygurt x WFC-2 Kharviv

Slavia Praha x Fiorentina

PSG x Górnik Leczna

Manchester City x Göteborg

Barcelona x PSV

Bayern de Munique x Ajax

Brondby x Valerenga

Wolfsburg x Spartak Subotica

Rosengard x Lanchkhuti

LSK Kvinner x Minsk

Fortuna Hjorring x Pomurje

Chelsea x Benfica

Glasgow City x Sparta Praha

 

17 de Dezembro

Zurique x St Pölten

 

 

Jogadoras Brasileiras 

O time que mais possui jogadoras brasileiras nesta Liga dos Campeões é o Benfica, de Portugal, que tem 3 brasileiras no elenco, PSG possui duas que estão no Departamento Médico da equipe francesa e podem não estar na Liga dos Campeões nesta fase, Barcelona tem a Giovana Queiroz, o Atlético de Madrid conta com a atacante Ludmila e o Juventus tem a meia atacante Maria Alves.

Conheça um pouco mais sobre as brasileiras que estão na competição

Maria Alves- Juventus (ITA)

A primeira jogadora a defender as cores da Vecchia Signora, Maria Alves está em sua segunda temporada na equipe temporada e disputa pela segunda vez a Liga dos Campeões. Com 27 anos, a atacante iniciou a sua trajetória em 2012, no Vitória, tem passagens por Vitória das Tabocas, Centro Olímpico, São José e Santos, equipe que ficou por quatro temporadas. Desde Agosto de 2019 defende as cores da Juventus, da Itália e se tornou a primeira brasileira na história da equipe, que criou o time feminino em 2017.

 

Ludmila – Atlético de Madrid 

Desde 2017 na equipe madrilenha, Ludmila é uma das jogadoras mais experientes quando se trata de Liga dos Campeões: esta é a quarta edição da jogadora brasileira na competição europeia. Na temporada 2020/21 Ludmila é a artilheira da equipe com 09 gols em 10 jogos disputados, uma média de quase 1 gol por temporada. Antes de pensar em pisar no campos para jogar futebol, Ludmila ficou até os 16 anos no atletismo e depois se encantou pelas quatro linhas e não saiu mais de la.

A sua carreira no futebol se iniciou em 2011 pelo Clube Atlético Juventus. Tem passagens por São Caetano, Portuguesa, Rio Preto e São José. Desde 2017 está na equipe do Atlético de Madrid e a sua principal característica é a velocidade e sabemos que isto não vai faltar diante do Servette.

Artilheira do Atlético de Madrid na temporada, Ludmila se tornou uma das principais jogadoras do elenco do clube espanhol (Foto: Divulgação/ Atlético de Madrid)

 

Giovana Queiroz- Barcelona (ESP)

Com apenas 17 anos, Giovana chama a atenção pelo número de seleções que defendeu nas categorias de base: 3- brasileira, espanhola e norte- americana (Foto: Divulgação/ Redes Sociais)

Jogadora com dupla nacionalidade (brasileira e espanhola) Giovana Queiroz em seus 17 anos já defendeu 3 seleções nas categorias de base: a americana, espanhola e mais recentemente a sub 17 e a sub 20 brasileira e teve algumas oportunidades na seleção principal brasileira nas duas últimas convocações. Por equipes, iniciou nas categorias de base do Madrid CFF, time exclusivamente voltado para o futebol feminino e foi a jogadora mais jovem a chegar a equipe principal, com 15 anos. No final da temporada de 2019, assinou com a equipe do Barcelona, onde teve oportunidades no time B catalão. Esta é a primeira vez que a jogadora é inscrita para uma competição continental em sua carreira.

Ana Vitória- Benfica (POR) 

Com apenas 20 anos, Ana Vitória já soma quase duas temporadas no Benfica (Foto: Divulgação/ Benfica)

Uma jogadora nova mas com um currículo extenso e campeã, Ana Vitória tem 20 anos e desde os 15 joga de forma profissional, estreando em 2015 no Mixto, do Mato Grosso. Tem passagens pelo Rondonópolis e pelo Corinthians e tem um Campeonato Brasileiro e uma Copa Libertadores da América, pelo Benfica já soma um título da segunda divisão portuguesa, uma Copa de Portugal e uma Supercopa de Portugal. Na temporada de 2020/21 tem 10 jogos e 4 gols marcados.

 

Darlene- Benfica (POR)

Darlene, de 30 anos, é uma das mais experientes do time português (Foto: Divulgação/ Benfica)

A atacante de 30 anos do Benfica já está na terceira temporada na equipe portuguesa, e contribui sempre com uma alta média de gols na temporada: já chegou a marcar 109 gols na temporada 2018/19 em 32 jogos. Iniciou a sua carreira no futebol fora do Brasil no SV Neulengbach, da Áustria, na temporada 2011/12, no qual ganhou dois títulos: Liga Austríaca e a Copa da Áustria. Tem passagens por Rio Preto, onde foi campeã brasileira em 2015, Centro Olímpico, Changchun Dazhong, da China e Prainsa Zaragoza, da Espanha. Desde a temporada 2018/19 defende o Benfica e já marcou 137 gols em duas temporadas e meia.

 

Nycole Raysla- Benfica (POR)

Com cinco gols em 10 jogos na temporada, Nycole marcou os dois gols que fizeram com que a equipe portuguesa estivesse nesta fase (Foto: Divulgação/ Benfica)

Com apenas 20 anos, Nycole se tornou uma jogadora necessária para a equipe portuguesa e foi a responsável pelos dois gols que garantiram o Benfica na fase final da Liga dos Campeões. Iniciou sua carreira em 2015 no Ceilândia, clube de seu estado natal, Distrito Federal. Tem passagens por Cresspom, ADEF, Sport e Minas Icesp. Pelo Benfica, a jogadora está há uma temporada e meia e possui 28 jogos e 22 gols.